antecipação do dia 29 de janeiro

É o seguinte: “Agora, o ensaísta precisa concentrar-se em si mesmo, achar-se e construir algo próprio a partir de si.” Amor e política = época revolucionária. Este é o meu passado, é o que há em mim, são fatos com que dou significado às horas que passam. A extrema-direita é nazi-fascista, e faz tempo que estou à esquerda no espectro político. Dirão que fizeram “lavagem cerebral” em mim desde 2008, quando do meu envolvimento com as ideias. Não existe “lavagem cerebral” quando o que existe é, desde o nascimento, o estar condicionado por realidade que não escolhemos. O que existiu em mim foi o processo de ganhar consciência diante de realidade que não fazia parte do meu entendimento: iniciar no interior da alienação e ir até o intelectualismo, mediado pelos livros, dentro de processo que ocorre em contexto democrático. Obviamente que a perda do que eu era antes, condicionado por uma realidade, foi traumática – e é isto o que ocorre quando uma educação é existencialista: o estar no mundo enquanto este é mundo de possibilidades infinitas. Estive pensando: na condição de artista, não seria sem impedimentos que as ideias de que compartilho teriam acesso à realidade. O que aconteceu comigo, de pior, não revelarei facilmente, porque será objeto de longa análise. Lendo o ensaio de Lucáks, percebo o quanto é verdadeira minha existência, e o quanto a inveja em relação ao que sou foi determinante para que obstruíssem minha felicidade, a felicidade que tenho neste agora, se ter a felicidade é a parte restante, quando as possibilidades são insolúveis. Escrever, escrever, escrever; antes, estudar intensamente. Tenho o orgulho de dizer que meus primeiros votos foram na esquerda, e, desde então, jamais votei em outros que não estes que pertencem ao bem. O. postou música dizendo que está com medo – sendo leitor da realidade, tem motivos para isto. Portanto: é ser realista e não subestimar o nazi-fascismo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: